Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/546
Title: Do sincretismo à apropriação da religião católica na América Portuguesa do Século XVII
Authors: Martins, Carlos André Lorena
metadata.dc.contributor.advisor: Barros, José Costa D'Assunção
metadata.dc.contributor.members: Barros, José Costa D'Assunção
Garcia, Graciela Bonassa
Berriel, Marcelo Santiago
Keywords: Vieira, Antonio, 1608-1697
Sermões
Religião - Séc. XVII
Catolicismo
Sincretismo (Religião)
Negros
Issue Date: 2010
Citation: MARTINS, Carlos André Lorena. Do sincretismo à apropriação da religião católica na América Portuguesa do Século XVII. 2010. 32 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em História)–Instituto Multidisciplinar, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Nova Iguaçu, 2010.
Abstract: O presente trabalho centrou-se na análise do Sermão Maria Rosa Mística do Padre Antônio Vieira. A fim de possibilitar o nosso entendimento sobre algumas questões ligadas à religião no Séc. XVII, na América Portuguesa. Para isso, procuramos perceber como a religião católica se constituiu, a partir da presença jesuítica e das irmandades leigas. Para essa finalidade, caminhamos no sentido de localizar a religião católica na colônia, em seus aspectos mais particularidades, que foram as irmandades religiosas, compostas de negros livres ou não. Isso se configura como ponto crucial do nosso debate, pois entender o quanto elas, de forma consciente ou não, misturavam sua religião trazida da África à religião católica, nos permite verificar a questão do Sincretismo à apropriação da religião católica na América portuguesa. Além disso, a presença dos jesuítas que, com os sermões do padre Vieira, ajudou a legitimar essas irmandades de negros. Enfim, traçamos um debate entre os argumentos levantados por Antônio Vieira e o conceito de Sincretismo trazido pelo antropólogo Massimo Canevacci. Percebemos que, apesar do sincretismo ter sido em muitos lugares uma forma legitima de se assegurar costumes e culturas, na irmandade do Rosário de Negros, no Séc. XVII, isso não foi verificado. Os negros se envolveram legitimamente, segundo Vieira, na religião católica. Assim, o termo mais adequado para tratar essa questão religiosa seria apropriação.
URI: http://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/546
Appears in Collections:Monografias do Curso de Licenciatura em História - IM

Se for cadastrado no RIMA, poderá receber informações por email.
Se ainda não tem uma conta, cadastre-se aqui!

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MARTINS, Carlos André Lorena 2010.pdf307,63 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.