Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/531
Title: O Jornal Imprensa Evangélica: o discurso protestante no Brasil imperial (1864-1867)
Authors: Medeiros, Pedro Henrique Cavalcante de
metadata.dc.contributor.advisor: Basile, Marcello Otávio Néri de Campos
metadata.dc.contributor.members: Basile, Marcello Otávio Néri de Campos
Ferreira, Roberto Guedes
Fernandes, Silvia Regina Alves
Keywords: Religião
Protestantismo – Brasil – Séc. XIX
Imprensa
Issue Date: 2011
Citation: MEDEIROS, Pedro Henrique Cavalcante de. O Jornal Imprensa Evangélica: o discurso protestante no Brasil imperial (1864-1867). 2011. 84 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em História)–Instituto Multidisciplinar, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Nova Iguaçu, 2011.
Abstract: A presente pesquisa tem por objeto as transformações de cunho político-religioso processadas no Brasil ao longo do século XIX, ocasionadas pela: reforma no catolicismo brasileiro; reforma na política liberal; e, a inserção do protestantismo de missão, originário, principalmente, dos Estados Unidos da América. Analisamos na presente pesquisa, o discurso proferido pelos missionários protestantes ante as transformações na sociedade brasileira. Tomamos como ponto de partida a brecha na estrutura religiosa brasileira ocasionada pela tensão entre governo e Igreja; uma relação que estava estabilizada, mas que com a entrada de agentes do ultramontanismo, torna-se cada vez mais instável. Entendemos que esse conflito, cujo ápice ficou conhecido como “questão religiosa”, possibilitou a inserção de representantes da religião protestante, vindos principalmente dos Estados Unidos da América. Uma das estratégias utilizadas pelos protestantes foi a manifestação de suas ideias através da imprensa; mais tarde, através de um periódico criado especificamente com esse propósito, a Imprensa Evangélica. A iniciativa da criação de um jornal protestante partiu de representantes do presbiterianismo norte-americano; todos formados em meio a um protestantismo que em muito se diferenciava das ideias propagadas pela Reforma Protestante do século XVI. O jornal não somente difundiu doutrinas evangélicas, mas, também, recebeu influências do pensamento liberal. E, na disputa pelo monopólio da gestão dos bens de salvação, os redatores sempre procuraram desvalorizar as doutrinas da religião concorrente, a religião católica apostólica romana. Verificamos as interações entre os discursos protestantes e a linguagem religiosa utilizada nos Estados Unidos, no caso do protestantismo; e a linguagem religiosa no Brasil, no caso do catolicismo; procurando identificar as inovações e os jogos de linguagem utilizados pelos protestantes.
URI: http://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/531
Appears in Collections:Monografias do Curso de Licenciatura em História - IM

Se for cadastrado no RIMA, poderá receber informações por email.
Se ainda não tem uma conta, cadastre-se aqui!

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MEDEIROS, Pedro Henrique Cavalcante de 2011.pdf600,72 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.