Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/3165
Title: Análise não destrutiva da qualidade da madeira de Virola bicuhyba (Schott ex Spreng.) Warb. e Virola gardneri (A. DC.) Warb.
Authors: Miranda, Everton Fernandes
metadata.dc.contributor.advisor: Carvalho, Alexandre Monteiro de
metadata.dc.contributor.members: Carvalho, Alexandre Monteiro de
Vanini, Andréa
Pace, José Henrique Camargo
Keywords: Mata Atlântica
Propriedades da madeira
Espécies nativas
Propriedades tecnológicas da madeira
Issue Date: 7-Jul-2017
Abstract: A pesquisa foi realizada na Estação Biológica Fiocruz Mata Atlântica (EFMA), situada na regi-ão de Jacarepaguá, Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro. O objetivo deste trabalho foi avali-ar o potencial para fins madeireiros das espécies Virola bicuhyba e Virola gardneri, através da análise da qualidade da madeira por métodos não destrutivos. Para isso foram selecionados dez indivíduos de Virola bicuhyba (Schott ex Spreng.) Warb. e Virola gardneri (A. DC.) Warb., estes foram separados em duas classes diamétricas (classe I árvores com diâmetro menor ou igual a 35 cm e classe II árvores com diâmetro maior que 35 cm medidos a 1,30 m do solo). Foram realizadas as determinações das variáveis dendrométricas, análise de resistografia e ex-tensometria e, com o material obtido através do trado de incremento, foi obtida a densidade básica em adequação aos procedimentos descritos pela ABNT NBR 7190:1997. Ressalta-se que para o uso do trado de incremento, dentre as dez árvores amostradas para cada espécie, foram selecionados três indivíduos para a classe I e três indivíduos para a classe II, totalizando seis indivíduos de Virola bicuhyba e seis indivíduos de Virola gardneri. As determinações dendro-métricas apontaram que a Virola gardneri mostrou maiores diâmetros a altura do peito, altura total e comercial, quanto ao número de fustes e nós os resultados foram semelhantes. A avalia-ção quanto a qualidade do fuste e ramificação demonstraram potencial para o segmento move-leiro. Para Virola bicuhyba e Virola gardneri foram encontrados, respectivamente, os seguintes resultados médios: densidade básica 0,41 e 0,43 g/cm³, deformação residual longitudinal (DRL) 0,062 e 0,049 mm e amplitude dê resistência à penetração da agulha 15,01 e 18,89%. Porém, as médias de amplitude da classe II (maior diâmetro) e o indivíduo médio, comparado entre as duas espécies, apresentaram diferença estatística significativa ao nível de 5 % de significância. Os resultados de densidade básica, resistografia e DRL para as espécies Virola bicuhyba e Vi-rola gardneri, os mesmos não apresentaram correlações a 5% de significância. Pode-se conclu-ir que a qualidade da madeira da espécie estudada demonstrou potencial para a indústria madei-reira a partir das análises não destrutivas realizadas.
URI: http://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/3165
Appears in Collections:TCC - Engenharia Florestal (Seropédica)

Se for cadastrado no RIMA, poderá receber informações por email.
Se ainda não tem uma conta, cadastre-se aqui!

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Monografia - Everton Fernandes versão final.pdf1,76 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.