Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/3162
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorBasso, Vanessa Maria-
dc.contributor.authorKnupp, Renata Oliveira-
dc.date.accessioned2018-08-23T15:01:14Z-
dc.date.available2018-08-23T15:01:14Z-
dc.date.issued2017-06-28-
dc.identifier.urihttp://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/3162-
dc.description.abstractAs políticas e leis instituídas que regem a política ambiental no Brasil têm obtido pouca eficácia na conservação dos recursos naturais e na redução dos crimes ambientais. Porém, a conservação dos serviços ecossistêmicos está dentro do conceito de desenvolvimento sustentável, introduzido na Constituição Federal Brasileira como direito das presentes e futuras gerações. Este estudo foi realizado com o objetivo de avaliar o cumprimento da política ambiental brasileira de comando e controle, embasada no princípio do poluidor-pagador, frente a política de Pagamentos por Serviços Ambientais (PSA), centrada no princípio do protetor-recebedor, implementada na Costa Rica e em alguns estados brasileiros. A metodologia usada para desenvolver este estudo foi a metodologia de pesquisa social aplicada, do tipo exploratória, por meio de pesquisa bibliográfica e documental. Para levantamento dos índices de desmatamento na Amazônia foi utilizado o Sistema DETER, desenvolvido pelo INPE. A contínua redução da área coberta por floresta no Brasil foi verificada em cada um dos estudos levantados, sinalizando que o já conhecido processo de desmatamento avança sobre as florestas brasileiras em seus diferentes biomas. Somado a isso, tem-se que o número e o impacto dos crimes ambientais só têm aumentado ao longo dos anos. Em contrapartida, foi verificado que a Costa Rica foi o primeiro país a reverter seu grave quadro de desmatamento, um dos mais altos índices do mundo. No Brasil, os programas de PSA, apesar de serem aplicáveis em menor escala, tem obtido resultados semelhantes ao da Costa Rica, mostrando melhor conservação das florestas e dos recursos naturais providos por elas. Por fim, entende-se que a política de PSA tem obtido, em maior e menor escala, resultados mais favoráveis à garantia do meio ambiente de qualidade que a política de comando e controle predominante no país.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectDesmatamentopt_BR
dc.subjectDesenvolvimento sustentávelpt_BR
dc.subjectPrincípio protetor-recebedorpt_BR
dc.titleA eficácia da política de pagamento por serviços ambientais sobre a política de comando e controle brasileirapt_BR
dc.typeTCCpt_BR
dc.contributor.membersBasso, Vanessa Maria-
dc.contributor.membersSansevero, Jerônimo Boelsums Barreto-
dc.contributor.membersMonteiro, Adriana dos Reis-
dc.degree.levelbachareladopt_BR
dc.description.abstractOtherThe instituted polices and laws that govern the environmental policy in Brazil have been ineffective in conserving natural resources and reducing environmental crime. However, the conservation of ecosystem services is inside the concept of sustainable development introduced in the Brazilian Federal Constitution as right of present and future generations. This study was performed to evaluate the efficiency of the command and control Brazilian environmental policy, based on the polluter-pays principle, against the policy of Payments for Environmental Services, centered on the principle of protector-receiver, implemented in Costa Rica and some Brazilian states. The methodology used to develop this study was the applied social research methodology, of exploratory type, through bibliographical and documentary research. For the survey of deforestation rates in the Amazon region, it was used the DETER System, developed by INPE. The continuous reduction of the area covered by forest in Brazil was verified in each of the studies, signaling that the already known process of deforestation grows in Brazilian forests in their different biomes. In addition, over the years, the number and impact of environmental crimes has only increased. On the other hand, it was verified that Costa Rica was the first country to reverse its serious deforestation picture, one of the highest in the world. In Brazil, PSA programs, despite being applied in a smaller scale, have obtained similar results to those of Costa Rica, showing better conservation of forests and natural resources provided by them. Finally, it is understood that the PSA policy has obtained, in a greater and a smaller scale, more favorable results about the guarantee of a quality environment than the command and control policy prevailing in the country.pt_BR
Appears in Collections:TCC - Engenharia Florestal (Seropédica)

Se for cadastrado no RIMA, poderá receber informações por email.
Se ainda não tem uma conta, cadastre-se aqui!

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Monografia - Renata Oliveira Knupp FINAL.pdf1,55 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.