Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/3135
Title: Fauna epígea associada à decomposição da serapilheira de espécies arbóreas nativas da Mata Atlântica
Authors: Cabreira, Wilbert Valkinir
metadata.dc.contributor.advisor: Pereira, Marcos Gervasio
metadata.dc.contributor.members: Pereira, Marcos Gervasio
Silva, Eduardo Vinícius da
Souza, Rodrigo Camara de
Keywords: Pau-brasil
Sapucaia
Ingá
Camboatá
Issue Date: 3-Nov-2016
Abstract: Objetivou-se com este trabalho identificar e associar os principais componentes da fauna epígea do solo e sua relação com o processo de decomposição da serapilheira de Paubrasilia echinata Lam (Pau-brasil), Inga sessilis (Vell) Mart (Ingá-ferradura), Lecythis pisonis Cambess (Sapucaia) e Cupania oblongifolia Mart (Camboatá); espécies da Mata Atlântica na área do Jardim Botânico da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro em Seropédica, RJ. Foi utilizada a técnica de litter bags para avaliação da decomposição e o método das armadilhas pitfalls para coleta da fauna. Para cada espécie arbórea utilizaram-se 18 litter bags e cinco armadilhas pitfalls. Foram retiradas três amostras de litter bags por coleta que ocorreram quinzenalmente. Os pitfalls permaneceram em campo por sete dias, sendo retirados e levados para triagem. Os organismos do solo foram classificados em grandes grupos taxonômicos (ordem, classe ou família). Foram calculados o número de indivíduos armadilha dia (ind arm-1 dia-1), índice de diversidade de Shannon, equitabilidade de Pielou, riqueza média e total dos grupos. Foram quantificados os teores de N, P, K e estimada a constante de decomposição k e o tempo de meia-vida. Para todas as espécies estudadas a taxa de decomposição foi mais significativa no período inicial do estudo. A espécie Ingá foi a que apresentou perda de massa menos significativa. A maior quantidade de indivíduos foi observada na área da Sapucaia, totalizando 37,75% de indivíduos. No entanto, os maiores valores dos índices de Shannon e Pielou foram registrados na área de Camboatá, evidenciando a uniformidade na comunidade de indivíduos. Na área de Pau-brasil, foram verificados os menores valores de todos os índices ecológicos bem como o menor tempo de meia-vida. Os insetos sociais e micrófagos foram os grupos funcionais de maior dominância nas áreas. Observou-se que solos com textura pouco arenosa e com elevada concentração de matéria orgânica, propicia um ambiente favorável para a diversidade de invertebrados.
URI: http://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/3135
Appears in Collections:TCC - Engenharia Florestal (Seropédica)

Se for cadastrado no RIMA, poderá receber informações por email.
Se ainda não tem uma conta, cadastre-se aqui!

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Monografia Wilbert.pdf551,98 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.