Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/3133
Title: Efeito da substituição parcial de K por Na na produção e no estabelecimento de mudas de guapuruvu
Authors: Pitarello, Marcela Moreira
metadata.dc.contributor.advisor: Silva, Eduardo Vinícius da
metadata.dc.contributor.members: Silva, Eduardo Vinícius da
Arthur Júnior, José Carlos
Silva, Rogério Luiz da
Keywords: Guapuruvu
Fertilização
Sódio
Issue Date: 17-Nov-2016
Abstract: O objetivo deste trabalho foi verificar a resposta de crescimento de mudas de Schizolobium parahyba (Vell.) S. F. Blake (guapuruvu), em relação à substituição do potássio (K) pelo sódio (Na) na fertilização de cobertura no viveiro e avaliar a taxa de mortalidade após a implantação no campo. O primeiro experimento foi conduzido a pleno sol no viveiro. O delineamento experimental adotado foi o de blocos inteiramente casualizados, com três blocos e seis tratamentos (Testemunha; 10 g L-1 (NH4)2SO4; 3 g L-1 KCl + 10 g L-1 (NH4)2SO4; 3 g L-1 NaCl + 10 g L-1 (NH4)2SO4; 1,5 g L-1 KCl + 1,5 g L-1 NaCl + 10 g L-1 (NH4)2SO4; 0,75 g L-1 KCl + 2,25 g L-1 NaCl + 10 g L-1 (NH4)2SO4; 2,25 g L-1 KCl + 0,75 g L-1 NaCl + 10 g L-1 (NH4)2SO4). Para o acompanhamento do crescimento das mudas no viveiro, realizaram-se medições da altura total da parte aérea (Ht) e de diâmetro do coleto (DC) aos 30, 60, 90, 120 e 150 dias após a semeadura. No final deste experimento, foram selecionadas cinco plantas médias de acordo com a altura de cada tratamento nos três blocos para a determinação da matéria seca da parte aérea (MSA), matéria seca das raízes (MSR), matéria seca total (MST) e área foliar (AF). O segundo experimento, foi conduzido no município de São Francisco de Itabapoana/RJ, no qual, as mudas que receberam as fertilizações realizadas no viveiro foram plantadas no campo. A fim de verificar a taxa de sobrevivência, após fertlização com KCl e NaCl, foram contabilizadas as mudas após 55 e 133 dias do plantio. Houve diferença significativa entre as diferentes doses de KCl e NaCl em relação ao tratamento testemunha para as variáveis analisadas. As mudas que receberam Nitrogênio ((NH4)2SO4), KCl e NaCl cresceram mais no viveiro em relação à testemunha. O sódio não prejudicou o crescimento e as demais mudas responderam positivamente. Entretanto, no campo, as mudas que receberam somente (NH4)2SO4 apresentaram maior taxa de mortalidade. Já as mudas que receberam KCl e NaCl tiveram menor taxa de mortalidade. Com isso, conclui-se que esta espécie é responsiva à fertilização com Na, permitindo o parcelamento do K, resultando em maior crescimento de suas mudas no viveiro e uma melhor taxa de sobrevivência no campo.
URI: http://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/3133
Appears in Collections:TCC - Engenharia Florestal (Seropédica)

Se for cadastrado no RIMA, poderá receber informações por email.
Se ainda não tem uma conta, cadastre-se aqui!

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Monografia_Marcela_Pitarello.pdf1,72 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.