Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/3108
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorUzêda, Mariella Camardelli-
dc.contributor.authorCarvalho, Tayane Costa-
dc.date.accessioned2018-08-21T12:58:04Z-
dc.date.available2018-08-21T12:58:04Z-
dc.date.issued2016-06-09-
dc.identifier.urihttp://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/3108-
dc.description.abstractA substituição das áreas de floresta por sistemas produtivos com diferentes intensidades de manejo alteram a estrutura dos ecossistemas e, consequentemente, a sua funcionalidade, pois prejudicam comunidades de espécies e a provisão dos serviços ecossistêmicos por elas realizados. Um grupo que responde sensivelmente às diferentes intensidades de distúrbios na paisagem, bem como executam diversos serviços ecossistêmicos são os besouros da subfamília Scarabaeinae. O objetivo deste trabalho é avaliar a influência que as diferentes intensidades de manejo dos sistemas produtivos adjacentes a remanescentes florestais exercem sobre a estrutura da comunidade de besouros rola-bostas. O trabalho foi conduzido em oito conjuntos de “Floresta/Área Produtiva” na região da bacia Guapi-Macacu, RJ, Brasil. As áreas de floresta selecionadas apresentam diferentes tamanhos, e os sistemas produtivos são caracterizados por uso intensivo (agricultura), e uso extensivo (pastagem). Foram instalados três transectos em cada conjunto Floresta/Área Produtiva, estabelecendo oito armadilhas “pitfall” em cada um dos transectos, amostrando interior e borda florestal, e interior e borda da área produtiva, caracterizando, portanto, o gradiente da paisagem. A determinação dos grupos funcionais se deu em função do comportamento dos besouros em relação à realocação do recurso alimentar. Foi avaliada a beta diversidade das comunidades de escarabeíneos nas diferentes áreas estudadas, e construídos modelos lineares generalizados para explicar a composição das comunidades nessas áreas. Para ambas as análises foram utilizados parâmetros bióticos, determinados pela abundância de indivíduos e pela riqueza de espécies, e parâmetros abióticos, representados pelas métricas da paisagem, pela localização no transecto e pelo tipo de solo. Os resultados indicam que a abundância, a riqueza e a funcionalidade dos besouros rola-bostas são alteradas em função das diferentes intensidades de manejo das áreas produtivas, podendo prejudicar o provimento dos serviços ecossistêmicos na paisagem.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectEcologia de paisagenspt_BR
dc.subjectUso do solopt_BR
dc.subjectIntensidades de manejopt_BR
dc.subjectAspectos bióticospt_BR
dc.subjectAspectos abióticospt_BR
dc.subjectServiços ecossistêmicospt_BR
dc.subjectScarabaeinaept_BR
dc.subjectRola-bostapt_BR
dc.titleBesouros da subfamília Scarabaeinae com indicadores de fragmentação florestal em paisagens agrícolaspt_BR
dc.typeTCCpt_BR
dc.contributor.membersUzêda, Mariella Camardelli-
dc.contributor.membersFernadez, Alexandra Pires-
dc.contributor.membersNunes-Freitas, André Felippe-
dc.degree.levelbachareladopt_BR
dc.description.abstractOtherThe replacement of the forested areas by productive systems with different intensities of management alters the structure of ecosystems and, consequently, its functionality, because they damage biological communities species and the provision of ecosystem services performed by this species. A group that substantially responds to different disturbance intensities in the landscape, as well as perform many ecosystem services are the beetles of Scarabaeinae subfamily. The objective of this study is to evaluate the influence that the different management intensities of production systems adjacent to forest fragments have on the structure of the dung beetle communities. The study was conducted in eight sets of "Forest/Production Area" in the region of Guapi-Macacu Watershed, RJ, Brazil. The forest areas selected have different sizes, and production systems are characterized by intensive use (agriculture), and extensive use (grazing). Three transects were installed in each set Forest/Production Area, establishing eight "pitfall" traps in each transect, sampling interior and forest edge, and interior and edge of the productive area, describing the landscape gradient. The determination of the functional groups was according to the beetles behavior in relation to the relocation of food resource. We evaluated the beta diversity of dung beetles communities in the different areas studied and constructed generalized linear models to explain the composition of communities in these areas. For both analyzes were used biotic parameters, determined by the abundance of individuals and species richness, and abiotic parameters, represented by landscape metrics, the location on the transect and type of soil. The results indicate that the abundance, richness and functionality of dung beetles are modified according to the different management intensities of the production areas and it can damage the provision of ecosystem services in the landscape.pt_BR
Appears in Collections:TCC - Engenharia Florestal (Seropédica)

Se for cadastrado no RIMA, poderá receber informações por email.
Se ainda não tem uma conta, cadastre-se aqui!

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Monografia_Tayane Carvalho.pdf1,38 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.