Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/2999
Title: Avaliação de tratamentos químicos para aumentar a durabilidade de discos de papelão para uso no coroamento de mudas em reflorestamentos
Authors: Silva, Felipe Ferreira da
metadata.dc.contributor.advisor: Chaer, Guilherme Montandon
metadata.dc.contributor.members: Chaer, Guilherme Montandon
Leles, Paulo Sérgio dos Santos Leles
Silva, Eduardo Vinícius da
Keywords: Matocompetição
Coroamento de mudas
Recuperação de áreas degradadas
Issue Date: 18-Jun-2015
Abstract: Um dos principais problemas encontrados para o sucesso de reflorestamentos com espécies nativas é o elevado custo oriundo do controle da matocompetição, visando permitir com que as espécies florestais se estabeleçam. Esse controle tradicionalmente é feito pelo coroamento manual das mudas e pela roçagem mecanizada sendo necessárias normalmente de 8 a 12 intervenções até três anos após o plantio. O coroamento, por ser uma operação feita com o uso de enxada, demanda muita mão-de-obra e representa parcela significativa do custo do reflorestamento. Nesse estudo testou-se a efetividade e durabilidade de discos de papelão como uma alternativa de baixo custo para o coroamento de plantas florestais após o plantio. Um experimento foi instalado em Seropédica, RJ, em uma área com Urochloa humidicola (Rendle) Morrone & Zuloaga, visando avaliar o efeito de substâncias quimioprotetoras ou hidrorrepelentes sobre a durabilidade de discos de papelão instalados em campo e sua efetividade na supressão da gramínea em uma simulação de plantio utilizando estacas de bambu no lugar de mudas. Os tratamentos consistiram de papelão in natura (T1) ou tratado com solução de CuSO4 (T2), goma laca (T3), CuSO4 + goma laca (T4), CuSO4 + Sika® (T5), goma laca + Sika® (T6) e um segundo controle, com coroamento manual (T7). O experimento foi montado em blocos casualizados com quatro repetições e quatro épocas de amostragem (63, 133, 260 e 365 dias) de modo a obter a curva de decomposição do papelão em cada tratamento. Foi avaliada ainda a temperatura do solo até 10 cm de profundidade na região da coroa e a avaliação do controle da braquiária por meio de fotodocumentação. O coroamento com papelão foi efetivo em suprimir o crescimento da gramínea por todo o período avaliado, independente do tratamento. Após um ano em campo, os tratamentos com maior massa residual foram aqueles onde o papelão foi tratado com solução de CuSO4 (T2 e T5).O coroamento com papelão, independente da aplicação de quimioprotetor, reduziu em média a temperatura do solo na região da coroa em 4,5oC na camada de 0 a 10 cm, quando comparado ao coroamento manual, e até em 15°C em dias com temperatura do ar acima de 35oC.
URI: http://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/2999
Appears in Collections:TCC - Engenharia Florestal (Seropédica)

Se for cadastrado no RIMA, poderá receber informações por email.
Se ainda não tem uma conta, cadastre-se aqui!

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Monografia Felipe da Silva.pdf876,97 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.