Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/2987
Title: Variação da estrutura filogenética de uma comunidade arbórea tropical em escala local sobre diferentes gradientes topográficos
Authors: Rajão, Pedro Henrique Medeiros
metadata.dc.contributor.advisor: Conde, Marilena de Menezes Silva
Nettesheim, Felipe Cito
metadata.dc.contributor.members: Conde, Marilena de Menezes Silva
Nunes-Freitas, André Felippe
Amorim, Thiago de Azevedo
Keywords: Mata Atlântica
Heterogeneidade
Processos ambientais
estocásticos
Competição
Coexistência
Partição de variância
Issue Date: 29-Jul-2015
Abstract: A inclusão das relações evolutivas das espécies na forma de árvores filogenéticas vem ampliando nossa compreensão dos mecanismos e processos naturais que modelam as comunidades ecológicas. Processos ambientais relacionados às Teorias do Nicho e a Teoria Neutra Unificada da Biogeografia e Biodiversidade têm sido particularmente importantes para explicar padrões de coexistência de espécies em florestas tropicais sobre gradientes topográficos. Nosso estudo teve o objetivo de identificar padrões de estrutura filogenética e identificar a contribuição relativa de processos ambientais e estocásticos em uma comunidade arbórea tropical em área de topografia heterogênea. Para tal avaliamos a estrutura filogenética (NRI – net relatedness index; e NTI – nearest táxon index) da comunidade arbórea em três classes topográficas a partir de 40 parcelas (50x2 m) na Ilha da Marambaia-RJ. Fatores ambientais relacionados a topografia, ao solo e a serapilheira foram medidos para representar a heterogeneidade ambiental, enquanto que a estrutura espacial da comunidade, através das coordenadas geográficas de cada parcela, representando forças estocásticas. Relacionamos o NRI e o NTI aos atributos ambientais e espaciais através de regressões múltiplas, utilizando uma partição de variância para definir a contribuição relativa do ambiente e do espaço. Detectamos uma ausência de estrutura filogenética, indicando possível balanço entre os processos determinísticos e/ou processos neutros sobre as classes de topografia. Entretanto, notamos que existe tendência a um padrão de dispersão filogenética, corroborando a ação de processos associados a densidade de indivíduos, como exclusão competitiva. Finalmente, demonstramos que o ambiente tem um efeito particularmente importante sobre a variação da estrutura filogenética da comunidade arbórea. Ressaltamos a necessidade de estudos que definam se existe diferença entre o efeito do ambiente e do espaço sobre a variação da estrutura filogenética em áreas com topografia homogênea em relação a áreas de topografia heterogênea.
URI: http://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/2987
Appears in Collections:TCC - Engenharia Florestal (Seropédica)

Se for cadastrado no RIMA, poderá receber informações por email.
Se ainda não tem uma conta, cadastre-se aqui!

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MONOGRAFIA_Pedro_Rajao.pdf692,59 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.