Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/2929
Title: O processo de produção do discurso expositivo e seleção de conteúdos em uma exposição de um museu de ciências itinerante
Authors: Quintanilha, Isaclaudia Gomes de Azevedo
metadata.dc.contributor.advisor: Silva, Marcus P. Soares
Pinto, Benjamin Carvalho Teixeira
metadata.dc.contributor.members: Soares, Marcus
Fonseca, Lana Claudia de Souza
Tavares, Daniele Aparecida Lima Tavares
Pinto, Benjamin Carvalho Teixeira
Keywords: Museus
Didática museal
Recontextualização
Discurso expositivo
Seleção de conteúdos
Issue Date: 21-Jun-2016
Abstract: Este trabalho busca entender como ocorre a construção do discurso expositivo e a seleção de conteúdos na exposição itinerante “Energia”. A Exposição “Energia faz parte do acervo expositivo da divisão itinerante do Museu da Vida, chamada Ciência Móvel. Para este trabalho utilizamos como referência o trabalho da autora Marandino, que sob o olhar da Teoria do Discurso Pedagógico de Bernstein, buscou reconhecer os campos recontextualizadores oficial e pedagógico e o processo de produção do discurso expositivo em diferentes exposições de museus de ciências. Utilizou-se de entrevista semi-estruturada. Considerando que o discurso expositivo não é baseado somente nos saberes trazidos pela formação dos curadores. Este trabalho tem como objetivo entender como ocorre a dinâmica entre os atores dos Campo Recontextualizador Oficial/museus e Campo Recontextualizador Pedagógico/museus para criação de uma exposição em um museu itinerante. Buscou-se também neste trabalho evidenciar os processos de recontextualização e as relações de poder e controle sobre a seleção dos conteúdos, e produção do discurso expositivo. Observamos com as entrevistas que a união de diversos discursos provenientes dos saberes técnicos, dos especialistas, da produção e transmissão de energia, da comunicação visual e da divulgação científica foi essencial para produção do discurso expositivo final. Além disso, o acervo já existente no Ciência Móvel e o patrocínio foram também elementos fundamentais na elaboração da exposição. O patrocinador é merecedor de destaque, pois a sua influência foi determinante para que a exposição fosse realizada, na escolha do tema e na definição do conteúdo que iria compor. Ao revelar os agentes envolvidos com o Campo Recontextualizador Oficial/museus e Campo Recontextualizador Pedagógico/museus e assim os responsáveis pela recontextualização evidenciou-se os mecanismos de controle e as diferentes maneiras que ocorrem a organização e seleção do conhecimento. Acreditamos que trabalhos como o nosso podem ajudar na compreensão da dinâmica da elaboração do discurso expositivo. Além de nos fazer pensar se em todas as exposições que seguem as mesmas especificidades, teriam o mesmo processo para formação do discurso expositivo. Novos estudos se fazem necessário para que possamos desvelar os diferentes processos de constituição/construção do discurso expositivo, nos museus de ciências.
URI: http://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/2929
Appears in Collections:Monografias do Curso de Biologia

Se for cadastrado no RIMA, poderá receber informações por email.
Se ainda não tem uma conta, cadastre-se aqui!

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Isaclaudia Gomes de Azevedo Quintanilha - Jun 2016.pdf2,65 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.