Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/2917
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorRiger, Cristiano Jorge-
dc.contributor.authorCiconia, Natan-
dc.date.accessioned2018-07-30T16:03:15Z-
dc.date.available2018-07-30T16:03:15Z-
dc.date.issued2016-06-10-
dc.identifier.urihttp://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/2917-
dc.description.abstractA educação tem como função criar mão de obra e preparar o aluno para a vida social; ou seja, participar diretamente na formação do cidadão. Porém para o indivíduo exercer sua cidadania o sujeito deve ser autônomo, ter pensamento crítico e intervir na sociedade em que está inserido. A escola, na função de criar um indivíduo crítico, tem o dever de apresentar o conhecimento e inseri-lo ao cotidiano do aluno; isto é, trazer coisas comuns ao aluno sobre o tema abordado em sala de aula, objetivando uma melhor inserção do conhecimento no meio social do aluno. Dessa forma, a escola é o local capaz de inserir um indivíduo na sociedade, fazendo dele uma pessoa crítica. No cenário educacional brasileiro, o livro didático é um importante instrumento de apoio ao trabalho do Professor; porém, em muitos casos o livro didático é tido como a única fonte de referência de conteúdo, tanto para o aluno quanto para o próprio professor. Necessita-se assim que os livros didáticos sejam praticamente impecáveis. Contudo, de acordo com algumas pesquisas, os livros didáticos falham no quesito de conteúdo e da inserção do conhecimento ao cotidiano do aluno. A bioquímica é um dos temas que mais sofre com a falta de contextualização e com os erros conceituais no livro didático; junto a isso, soma-se a dificuldade que o professor tem de abordar esses temas de maneira mais lúcida e comum ao aluno. Por outro lado, a internet surge como uma fonte quase que inesgotável de informação. Assim a internet é utilizada como uma grande ferramenta para os alunos em todos os níveis, graduação, ensinos médio e fundamental; revelando experiências vivenciadas por outras pessoas e um vasto conteúdo sobre o que se deseja aprender, proporcionando discussões e debates em todo o globo terrestre, superando antigos entraves como distância, diferentes culturas e até mesmo a linguagem. Entretanto, mesmo que a internet pareça a solução para o problema das limitações de conteúdo possuído pelos professores e livros didáticos, existe alguns perigos no uso da internet como ferramenta de pesquisa e estudo. Tendo em vista esse crescente uso da internet pelos alunos, e conhecendo os perigos que a internet proporciona para o aprendizado do mesmo, esse trabalho procura avaliar a metodologia de pesquisa que os alunos utilizam para realizar suas pesquisas escolares, conhecer os principais sites que são usados como fontes e avaliar os conteúdos que estes possuem. A maneira que os alunos realizam suas pesquisas foi avaliada a partir de um questionário e constatou que a maioria utiliza a ferramenta de busca chamada Google e acessa os primeiros sites. Além disso, foi avaliado que os principais sites acessados eram: Wikipédia, Infoescola e Brasil escola, porém uma boa quantidade não possuía um site que acessava com frequência, dessa forma acessei e avaliei os primeiros sites que apareciam sendo estes os já mencionados e o site só biologia. Após avaliação, tanto o Infoescola quanto o Brasil escola mostraram-se, de maneira geral, com conteúdos simples, sem contextualização e com erros conceituais. O Wikipédia mostrava-se com um conteúdo mais amplo, porém com uma linguagem muito complexa e sem muitas contextualizações. Já o site só biologia apresentava um conteúdo completo com linguagem simples, possuindo diversas contextualizações.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectInternetpt_BR
dc.subjectEducaçãopt_BR
dc.subjectBioquímicapt_BR
dc.titleUso da internet como ferramenta educacional no ensino de bioquímica para o ensino médiopt_BR
dc.typeTCCpt_BR
dc.contributor.membersRiger, Cristiano Jorge-
dc.contributor.membersVieira, André Luiz Gomes-
dc.contributor.membersPinto, Benjamin Carvalho Teixeira-
dc.degree.levellicenciaturapt_BR
dc.description.abstractOtherEducation aims to create manpower and prepare the student for social life; that is, directly participate in the formation of the citizen. But for the individual exercise their citizenship the subject should be autonomous, having critical thinking and intercede in society in which is inserted. The school, in function of creating a critical individual, has the duty to present the knowledge and insert it into the daily life of the student; that is, bring common things to the student about the topic in the classroom, aiming at a better integration of knowledge in the social environment of the student. Thus, the school is the place able to enter an individual in society, making it a critical person. In the Brazilian educational scenario, the textbook is an important tool to support the work of Professor; yet, in many cases the textbook is regarded as the only source of reference content for both the student and the teacher himself. It takes so that textbooks are virtually spotless. But according to some research, textbooks fail in the question of content and integration of knowledge to everyday student. Biochemistry is one of the issues that most suffers from the lack of contextualization and conceptual errors in the textbook, along with it, added up the difficulty that the teacher has to address these issues more lucid and common way to the student. On the other hand, the Internet appears as an almost inexhaustible source of information. So the internet is used as a great tool for students at all levels, undergraduate, secondary education and fundamental; revealing experiences lived by others and a vast content of what you want to learn, providing discussions and debates around the globe, overcoming old barriers such as distance, different cultures and even language. However, even though the internet seems the solution to the problem of content owned by teachers and textbooks, there are some dangers in using the Internet as a research tool and study. Given this increasing use of the Internet by students, and knowing the dangers that the Internet provides for the learning of it, this study evaluates the research methodology that students use to conduct their research, know the main sites that are used as sources and evaluate the content they have. The way students perform their research was assessed from a survey and found that most use the search tool called Google and accesses the first sites. Furthermore, it was estimated that the main sites accessed were Wikipedia, Infoescola and Brazil Escola, but a good amount did not have a site that accessed frequently, thus accessed and evaluated the first sites that appeared these being the previously mentioned and the site only biology. After evaluation, both Infoescola as Brazil Escola proved to be, in general, simple content without context and conceptual errors. The Wikipedia showed up a full content, but with a very complex language and without many contextualization. Already the site Só Biologia had a complete content with simple language, having several contextualization.pt_BR
Appears in Collections:Monografias do Curso de Biologia

Se for cadastrado no RIMA, poderá receber informações por email.
Se ainda não tem uma conta, cadastre-se aqui!

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Natan Ciconia - Jun 2016.pdf917,36 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.