Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/2819
Title: Avaliação da qualidade tecnológica da madeira de Corymbia citriodora (Hook.) K. D. Hill & L.A.S. Johnson após o processo de termorretificação
Authors: Santos, Pablo Vieira dos
metadata.dc.contributor.advisor: Carvalho, Alexandre Monteiro de
metadata.dc.contributor.members: Carvalho, Alexandre Monteiro de
Nascimento, Alexandre Miguel do
Andrade, Azarias Machado de
Keywords: Colorimetria
Sistema CIE-L*a*b*
Estabilidade dimensional
Tratamento térmico
Issue Date: 29-Jan-2014
Abstract: A madeira de Corymbia citriodora (Hook.) K.D. Hill & L.A.S. Johnson apresenta características importantes para a indústria e cada vez mais tem se buscado técnicas e procedimentos com o intuito de melhorar suas características visando o seu uso final; uma dessas técnicas é o tratamento de termorretificação. Neste contexto, o objetivo deste estudo foi avaliar da qualidade tecnológica da madeira de Corymbia citriodora após o processo de termorretificação, através das suas propriedades físicas, testes de usinagem e colorimetria. A termorretificação foi realizada em uma mufla elétrica a temperaturas de 160°C, 180°C e 200°C, totalizando quatro tratamentos, três de termorretificação e um controle (sem termorretificação). Os ensaios de propriedades físicas foram realizados segundo a norma ABNT NBR 7190:1997 e os testes de usinagem obedeceram a norma ASTM D 1666-87 – 1994. As análises colorimétricas foram realizadas através do sistema CIE-L*a*b* com auxílio do espectrofotômetro portátil CM 2600d da Konica Minolta. Os resultados mostraram que a termorretificação levou a diminuição da densidade aparente, do teor de umidade de equilíbrio e da variação volumétrica das amostras termorretificadas. Nos testes de usinagem, de forma geral se observou uma melhora no desempenho, porém para o teste de fendilhamento por pregos notou-se que a termorretificação influenciou diretamente aceitação da madeira por pregos, obtendo-se 100% de “não aceitação” por pregos nos tratamentos termorretificadores. A termorretificação causou alteração na cor original da madeira, levando a um escurecimento da mesma, sendo este mais acentuado a 200°C, podendo assim, agregar maior valor a madeira de Corymbia citriodora através da criação de novos padrões de cor.
URI: http://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/2819
Appears in Collections:TCC - Engenharia Florestal (Seropédica)

Se for cadastrado no RIMA, poderá receber informações por email.
Se ainda não tem uma conta, cadastre-se aqui!

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Monografia Pablo Vieira dos Santos 200803033-2.pdf1,61 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.