Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/2809
Title: Substratos à base de biossólido e fibra de coco na produção de mudas da espécie florestal Moquiniastrum polymorphum (Less.) G. Sancho
Authors: Mattos, Carla Moretti
metadata.dc.contributor.advisor: Melo, Lucas Amaral de
metadata.dc.contributor.members: Melo, Lucas Amaral de
Breier, Tiago Böer
Silva, Eduardo Vinícius da
Keywords: Cambará
Biossólido
Substrato
Fibra de coco
Gochnatia polymorpha.
Issue Date: 30-Jun-2014
Abstract: A produção de mudas para recomposição de áreas vem sendo cada vez mais requisitada, e isto faz com que o desenvolvimento de técnicas mais eficientes e com menores custos aumente. Tal fato requer, consequentemente, maiores estudos acerca de mudas de espécies nativas, e principalmente dos substratos mais adequados à sua produção, garantindo boa qualidade, e bom estabelecimento na fase de implantação. Uma boa alternativa são os substratos orgânicos, principalmente os provenientes de resíduos, como o biossólido e a fibra de coco, pois constituem substratos com boas qualidades químicas e físicas, baixo custo, grande disponibilidade, além do fator ambiental do reaproveitamento e da reciclagem destes materiais. O presente trabalho teve como objetivo verificar o crescimento de mudas de Gochnatia polymorpha em substratos com diferentes proporções de biossólido e fibra de coco, que compuseram quatro tipos de substratos, sendo eles T1(25% B; 75%FC), T2 (50%B; 50%FC), T3 (75%B; 25%FC), e T4(100%B). Tais tratamentos foram dispostos em delineamento inteiramente casualizado (DIC), cada um com quatro repetições compostas de 12 mudas. Ao longo do experimento foram mensuradas, a altura da parte aérea (H), e o diâmetro do coleto (Dc). Verificou-se, por meio das avaliações que os substratos possuem um bom desempenho, e com exceção do tratamento um (T1), o qual mostrou-se um pouco menos eficiente, proporcionaram um bom crescimento das mudas, em ambas as variáveis e portanto os outros substratos avaliados (T2, T3 e T4) constituem uma alternativa totalmente sustentável e acessível, e proporcionando o crescimento ótimo das mudas de Moquiniastrum polymorphum à proporção de 70% de biossólido e 30% de fibra de coco.
URI: http://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/2809
Appears in Collections:TCC - Engenharia Florestal (Seropédica)

Se for cadastrado no RIMA, poderá receber informações por email.
Se ainda não tem uma conta, cadastre-se aqui!

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Monografia Carla versão final .pdf1,06 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.