Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/2701
Title: Crescimento inicial de Eucalyptus grandis x E. urophylla, com diferentes doses e fontes de adubação de plantio em sistema silvipastoril, em Além Paraíba – MG
Authors: Andrade Netto, Dilson Sena de
metadata.dc.contributor.advisor: Leles, Paulo Sérgio dos Santos
metadata.dc.contributor.members: Leles, Paulo Sérgio dos Santos
Zonta, Everaldo
Passos, Carlos Alberto Moraes
Keywords: Silvicultura
Adubação fosfatada
Fertilidade
Issue Date: 25-Jun-2009
Abstract: Este trabalho tem como objetivo verificar a influência de doses crescentes de N-P-K (04-31-04) e duas fontes de P2O5, no crescimento do híbrido Eucalyptus grandis x E. urophylla em sistema silvipastoril, aos 15 meses após o plantio, em solo com deficiência de P disponível (0,9 mg / dm3 ), em uma propriedade rural em Além Paraíba, MG. O experimento foi implantado em uma área já estabelecida com Brachiaria spp., adotando-se um arranjo espacial de plantio, em curvas de nível, de mudas Eucalyptus grandis x E. urophylla em fileiras triplas com espaçamento de 2 x 2 m nas linhas triplas, que foram distanciadas em 12 m (2 x 2 + 12 m). O experimento foi constituído pelos tratamentos: uma testemunha absoluta (sem adubação), quatro doses crescentes (50, 100, 150 e 200 gramas por cova) de N-P-K (04-31-04), além de um tratamento que recebeu 150 gramas de N-P-K (06-30-06) por cova. O primeiro adubo contém fosfato natural reativo, sendo 11% P2O5 solúvel em água e 18% de P2O5 solúvel em ácido cítrico, além de 22% de Ca, 0,1% de Cu e 0,3% de Zn. O adubo 06-30-06 contém apenas fosfato solúvel em água e também 7% de Ca e 6% de S. Cada tratamento foi constituído por 3 repetições de 6 covas de plantio, totalizando 18 unidades amostrais. Foram realizadas avaliações de altura aos 2, 6 e 15 meses após o plantio. Nesta última avaliação, também foram mensurados a circunferência a 3 cm do nível do solo (CNS) e a circunferência a altura do peito (CAP). Para determinação da biomassa da parte aérea das plantas, foi selecionada uma planta com valores mais próximos das médias de altura e CAP por unidade amostral. Para determinação da biomassa do sistema radicular, foi escolhida apenas uma planta entre as três abatidas para cada tratamento, sendo aquela que apresentou valores de altura e CAP mais próximos da média. Conclui-se que o até os 15 meses após o plantio, as plantas de Eucalyptus grandis x E. urophylla em sistema silvipastoril, responderam de forma positiva às doses crescentes de N-P-K (04-31-04) na adubação de plantio, sendo que a dose máxima aplicada, 200 gramas por cova, proporcionou maior crescimento às plantas. Comparando as duas fontes de P2O5 com a mesma quantidade de adubo aplicado por cova de plantio, o N-P-K (06-30-06) proporcionou o melhor crescimento às plantas de Eucalyptus grandis x E. urophylla em sistema silvipastoril do que quando aplicou-se NP-K (04-31-04).
URI: http://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/2701
Appears in Collections:TCC - Engenharia Florestal (Seropédica)

Se for cadastrado no RIMA, poderá receber informações por email.
Se ainda não tem uma conta, cadastre-se aqui!

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dilson.pdf1,77 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.