Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/2554
Title: Estudo da profundidade do lençol freático em áreas com diferentes usos do solo utilizando georadar
Authors: Sá, Mariana Médice Firme
metadata.dc.contributor.advisor: Francelino, Márcio Rocha
metadata.dc.contributor.members: Francelino, Márcio Rocha
Valcarcel, Ricardo
Pereira, Carlos Rodrigues
Keywords: Modelagem hidrológica do solo
Lençol freático
Fotointerpretação
Geoprocessamento
Issue Date: 20-Aug-2007
Abstract: Interesses recentes em modelagem hidrológica do solo têm ampliado a necessidade de informações sobre a profundidade e movimento da água do solo na paisagem em diferentes escalas espaciais e temporais. Atualmente, dados sobre profundidade do lençol freático são coletadas principalmente a partir do uso de poços de observações. Entretanto, essas técnicas fornecem informações pontuais, o que limita uma análise em áreas de solos de padrões complexos e contrastantes, relevo acidentado e de material não homogêneo ou anisotrópico. A profundidade do lençol freático influi indiretamente no crescimento vegetal, pois pode auxiliar no condicionamento da umidade do perfil, das condições de aeração e nas propriedades térmicas do solo. O tipo de cobertura vegetal também exerce forte influência na dinâmica do lençol freático, tanto auxiliando na infiltração, favorecendo a recarga do mesmo, como de perda através da evapotranspiração. Existem diversos métodos para estudar a dinâmica do lençol freático, dentre eles, o radar de penetração no solo (Ground Penetration Radar – GPR) ou georadar, que ainda é pouco utilizado no Brasil para estudos dessa natureza, sendo mais aplicado em estudos geofísicos. Esse trabalho teve como objetivo estudar a profundidade do lençol freático na presença de diferentes usos do solo utilizando radar de penetração do solo (GPR) e avaliar a resposta do aparelho em função do tipo de solo utilizado. A escolha das áreas amostrais foi possível através da interpretação de imagens do Google Earth, obtidas em junho de 2007. A interpretação das imagens buscou reconhecer o tipo de uso do solo e áreas de transição entre as classes consideradas para este estudo. Foram avaliadas duas áreas de transição de tipo de uso do solo, sendo as seguintes transições: Pastagem X Eucalipto e Pastagem X Floresta nativa. Em cada uma das áreas foram percorridos três transectos de aproximadamente 40 metros de comprimento por 1 metro de largura, sempre utilizando faixas de transição de classes de uso do solo. O lençol freático ficou bem evidenciado em todos os radargramas, representado por um refletor forte, contínuo e subhorizontal. De forma geral não foi observado alteração na profundidade do lençol freático em função ao uso do solo, apenas mudanças do refletor indicando prováveis zonas de maior umidade em camadas mais superficiais nas áreas ocupadas por floresta.O equipamento também foi eficiente em indicar a profundidade efetiva do solo, diferenciando os horizontes superficiais em relação às camadas regolíticas.
URI: http://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/2554
Appears in Collections:TCC - Engenharia Florestal (Seropédica)

Se for cadastrado no RIMA, poderá receber informações por email.
Se ainda não tem uma conta, cadastre-se aqui!

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Monografia_Mariana_Medice_Firme_Sa.pdf9,82 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.