Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/22
Title: Guia Preliminar de Fontes e Acervos para a Pesquisa Histórica sobre Movimentos Sociais na Baixada Fluminense
Authors: Fortes, Alexandre
Silva, Eduardo
Keywords: Baixada Fluminense
História
Fontes
Guia
Issue Date: 2012
Publisher: CEDIM-IM-UFRRJ
Abstract: Fruto do projeto de pesquisa denominado Bases para a Pesquisa Histórica sobre Movimentos Sociais na Baixada Fluminense, financiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), o Guia Preliminar de Fontes e Acervos para a Pesquisa Histórica sobre Movimentos Sociais na Baixada Fluminense é resultado do trabalho de levantamento e integração de informações sobre pesquisas concluídas e em andamento sobre o tema, bem como informações sobre acervos de fontes primárias, instituições, bibliografia e outros elementos que possam ser de interesse comum para fomentar e qualificar novas pesquisas. O projeto, assim como o Guia, procuram construir bases embrionárias para o funcionamento do futuro Centro de Documentação e Imagem da Baixada Fluminense, a ser construído futuramente no Instituto Multidisciplinar da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro na cidade de Nova Iguaçu-RJ, na Baixada Fluminense. Embora a grande importância da região, que congrega 13 municípios do estado do Rio de Janeiro, com população superior a 3 milhões de pessoas, e gera 25% do PIB industrial do estado, as pesquisas acadêmicas sobre a mesma não são condizentes com sua importância histórica. A história da região esteve associada inicialmente à utilização da bacia hidrográfica do Rio Iguaçu para o transporte de ouro trazido de Minas Gerais, no século XVIII, e, posteriormente, com a abertura da Estrada Real do Comércio, no século XIX, a região se caracterizaria como primeiro caminho de escoamento do café proveniente do interior do país. Na primeira metade do século XX, toda região pertencia ao município de Nova Iguaçu, momento em que apresentava grande produção de cítricos para exportação. Durante a Segunda Guerra Mundial a região foi integrada ao processo de industrialização, com as instalações da Refinaria Duque de Caxias e da Fábrica Nacional de Motores, o qual foi intensificado pela construção da Rodovia Presidente Dutra, que liga o Rio de Janeiro a São Paulo e a atravessa. O processo de industrialização, o aumento populacional e a proximidade com a antiga capital do país transformou seus núcleos urbanos em cidades-dormitório. Assim, Nova Iguaçu, a partir da década de 1940, viveu desmembramentos com a emancipação de importantes distritos: Duque de Caxias e São João de Meriti, em 1943, Nilópolis, em 1947, Belford Roxo e Queimados, em 1990, Japeri, em 1991, e Mesquita, em 1999. Tal trajetória, com diferentes configurações econômicas e espaciais indica diferentes panoramas sociais, marcados pela atuação de trabalhadores e trabalhadoras escravizados ou livres que viveram e lutaram nas estradas, plantações, indústrias, ruas, entre outros espaços da Baixada. O Guia Preliminar de Fontes e Acervos para a Pesquisa Histórica sobre Movimentos Sociais na Baixada Fluminense pretende integrar os esforços para a investigação desses importantes agentes no processo de transformação histórica. O presente trabalho foi construído coletivamente com participação imprescindível de todos os componentes da equipe. Partindo da premissa de que o tema movimentos sociais deve ser interpretado em uma perspectiva mais ampla temporalmente e tematicamente, uma vez que os movimentos sociais sempre tem uma lógica de ruptura com o passado, mas também de continuidades, as fontes e bibliografia indicadas abrangem a região desde o século XVIII. Cabe ressaltar que a existência de movimentos “dos de baixo” (coletivos subalternos) pressupõe a dominação dos “de cima” (coletivos dominantes), por isso, também foram identificadas as informações relativas a estes últimos. As informações aqui presentes foram organizadas em sete conjuntos principais: Arquivos Públicos; Outros Acervos Institucionais; Acervos Pessoais; Periódicos; Bases de Dados; Entrevistas e Bibliografia. Os três primeiros itens dizem respeito aos acervos de fontes primárias ou secundárias. Estes apresentam a localização dos acervos, descrição, período histórico abarcado pela documentação e, na maioria dos casos, exemplos da documentação encontrada. Na seção Periódicos há descrições sucintas de importantes publicações para o estudo da região, com a indicação do local para acesso. Em Bases de Dados estão indicadas bases de fontes digitalizadas para pesquisa. Na seção Entrevistas, encontram-se entrevistas realizadas e com armazenamento no Instituto Multidisciplinar/UFRRJ. Por último, em Bibliografia, há 120 indicações subdivididas em: Títulos Diversos (livros, obras de “memorialistas” e publicações institucionais comemorativas, entre outros), Artigos (em sua maioria, acadêmicos), Teses, Dissertações e Capítulos em Coletâneas. Somamos assim, este trabalho, que permanecerá em (re)construção, ao esforço coletivo para que as lutas pela igualdade e democracia do passado possam ser conhecidas e pesquisadas cada vez mais, trazendo suas lições ao presente.
Description: Adriano dos Santos de Moraes Adriana Maria Ribeiro Adriana Serafim Allofs Daniel Batista Prof. Carlos Eduardo Coutinho da Costa Gabriel do Nascimento Henrique Buy dos Santos Maicon Sérgio Mota Carvalho Maria Lúcia Bezerra da Silva Alexandre
URI: http://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/22
Appears in Collections:Instrumentos de pesquisa

Se for cadastrado no RIMA, poderá receber informações por email.
Se ainda não tem uma conta, cadastre-se aqui!

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Guia Baixada FINAL HGT.pdf577,02 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.