Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/1594
Title: Influência de fatores ambientais no crescimento de espécies florestais em plantio de enriquecimento
Authors: Coutinho, Rodolfo Pellegrini
metadata.dc.contributor.advisor: Oliveira Neto, Sílvio Nolasco de
metadata.dc.contributor.members: Oliveira Neto, Sílvio Nolasco de
Leles, Paulo Sérgio dos Santos Leles
Pereira, Carlos Rodrigues
Keywords: Espécies florestais
Plantio de enriquecimento
Fatores ambientais
Análise multivariada
Issue Date: 16-Mar-2007
Abstract: No Brasil, a exploração desordenada dos ecossistemas florestais ocasionou elevado impacto à biodiversidade, que em parte pode ser restabelecida através dos plantios de enriquecimento. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a influência de alguns fatores ambientais sobre o crescimento de cinco espécies florestais de ocorrência natural em áreas da Mata Atlântica, em plantio de enriquecimento. O estudo foi desenvolvido no Município de Cruzeiro, SP, em uma floresta em estágio de sucessão inicial, onde foram plantadas 50 mudas de cada uma das espécies Euterpe edulis Mart. (palmito), Cedrela fissilis Vell. (cedro rosa), Aspidosperma polyneuron M. Arg. (peroba rosa), Centrolobium tomentosum Guill. Ex Benth. (araribá) e Pseudobombax grandiflorum (Cav.) A. Robyns (embiruçu). O experimento foi estabelecido em diferentes condições ambientais na floresta, que foi caracterizada por cinco locais, cujas informações bióticas (área basal dos indivíduos adulto, densidade de indivíduos adultos e da regeneração natural) e abióticas (fertilidade do solo e percentual relativo de luz no sub-bosque), que compuseram os fatores ambientais, que foram analisados aos cinco anos e meio. A altura total, o diâmetro de colo e a sobrevivência de cada espécie foram avaliadas aos cinco anos de idade, sendo os dados de altura total e diâmetro de colo posteriormente submetidos à análise de variância, para verificação da interação espécie/ambiente, e as médias ao teste de Tukey (P < 0,05). Para identificar os fatores ambientais que estariam influenciando o crescimento das espécies foi realizada a análise de componentes principais (ACP), onde os diferentes locais compuseram as amostras e os descritores foram as características bióticas, abióticas, altura total e diâmetro de colo para cada espécie. A análise de variância para interação espécie/ambiente mostrou-se significativa ao nível de 5%. As espécies estudadas responderam de maneira diferenciada às variações ambientais. O cedro e o araribá mostraram-se mais influenciados pela fertilidade química do solo. A peroba rosa apresentou seu crescimento mais influenciado pela densidade dos indivíduos adultos, pela intensidade luminosa relativa e, principalmente, pela fertilidade química do solo. O crescimento do palmito e do embiruçu apresentou respostas similares, revelando uma maior influência da concentração de fósforo no solo, da intensidade luminosa relativa, da densidade da regeneração natural e densidade dos indivíduos adultos.
URI: http://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/1594
Appears in Collections:TCC - Engenharia Florestal (Seropédica)

Se for cadastrado no RIMA, poderá receber informações por email.
Se ainda não tem uma conta, cadastre-se aqui!

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Monografia Rodolfo Coutinho.pdf501,13 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.