Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/1294
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorPiña-Rodrigues, Fátima-
dc.contributor.authorSodré, Luciana Loss-
dc.date.accessioned2018-03-16T13:34:27Z-
dc.date.available2018-03-16T13:34:27Z-
dc.date.issued2006-
dc.identifier.urihttp://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/1294-
dc.description.abstractO presente trabalho teve como objetivo avaliar a diversidade de espécies de mudas de árvores nativas atualmente disponíveis em viveiros do Estado do Espírito Santo, de forma a contribuir com informações para estudo de mercado de sementes e mudas do Estado do Espírito Santo, em atendimento a Rede de Sementes Florestais (RIOESBA). Os resultados obtidos através de entrevistas em 10 viveiros indicaram uma diversidade total de 808 espécies de mudas nativas produzidas atualmente no Estado. O n˙mero médio de espécies produzidas por viveiro foi de 43 espécies, excluindo da análise a Vale do Rio Doce, que produz 654 espécies, muito superior aos demais viveiros. Somente 18 espécies foram encontradas em mais de 4 viveiros, sendo 665 espécies encontradas em apenas 1 viveiro, indicando uma concentração na diversidade de espécies em poucos viveiros. Dentre as 18 espécies mais frequentes, encontradas em mais de 40 % dos viveiros analisados, observa-se uma oferta de todos os grupos ecológicos (pioneira, secundária inicial e climática). Das 18 espécies mais comuns observou-se que a grande maioria (72%) tem ocorrência natural na Mata Atlântica do Estado do Espírito Santo. As espécies Chorisia speciosa, Cedrela fissilis e Tabebuia alba n„o tÍmâdistribuiÁ„o natural no Estado e as espécies Caesalpinia echinata e Schinus therebinthifolius tem ocorrência restrita a algumas tipologias florestais, n„o ocorrendo em todo o Estado. A maioria dos viveiros coleta sementes no entorno, mas somente dois fazem marcação de matrizes, o que compromete informações precisas sobre a procedência das sementes e mudas. A capacidade de produção de mudas dos viveiros analisados foi de 2.022.000, sendo que a produção potencial de mudas é muito maior em virtude da grande quantidade de viveiros ociosos no Estado com infra-estrutura j· instalada. A demanda por sementes e mudas é crescente diante do universo de projetos de recuperação de áreas degradadas, reposição florestal, extensão florestal, fomento, arborização urbana, projeto de corredores ecológicos e educação ambiental. Estima-se uma demanda por mudas de espécies florestais nativas de 23.300.000, valor muito superior a capacidade de mudas ofertadas atualmente no Estado do Espírito Santo.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectDiversidadept_BR
dc.subjectMudaspt_BR
dc.subjectSementespt_BR
dc.subjectEspécie florestalpt_BR
dc.titleDiversidade de espécies da Mata Atlântica em viveiros do estado do Espírito Santopt_BR
dc.typeTCCpt_BR
dc.degree.levelbachareladopt_BR
dc.description.abstractOtherThe present work had as objective evaluates the diversity of species of seedling of native trees now available in nurseries of EspÌrito Santo State, in way to contribute with information for the study of market of seeds and seedling of this state, in service the Net Atlantic Forest of Seeds (RIOESBA). The results obtained through interviews in 10 nurseries indicated a total diversity of 808 species of seedling of native trees produced now in State. The medium number of species produced by nursery was 43 species, excluding of analysis Vale of Rio Doce that produces 654 species, higher than the other nurseries. Only 18 species were found in more than 4 nurseries, being 665 species found in only 1 nursery, indicating a concentration in the diversity of species in few nurseries. Among the 18 more frequent species, found in more than 40% of the analyzed nurseries, an offer of all of the ecological groups is observed (pioneer, secondary initial and climacica). Of the 18 more common species it was observed that the great majority (72%) has natural occurrence in the Atlantic forest of EspÌrito Santo State. The species Chorisia speciosa, Cedrella fissilis and Tabebuia alba doesnít have natural distribution in the State and the species Caesalpinia echinata and Schinus therebinthifolius has restricted occurrence the some forest typologies, not happening in whole State. Most of the nurseries collect seeds in their region, but only two make demarcation of the matrix trees what commits necessary information on the origin of the seeds and of the seedling. The capacity of production of seedlings of the analyzed nurseries was of 2.022.000, and the potential of seedlings is very larger because of the great amount of idle nurseries in the State with infrastructure installed already. The demand of seeds and seedlings is growing before the universe of projects of recovery of degraded areas, forest replacement, forest extension, foment, urban forestation, project of ecological corridors and environmental education. It is considered a demand for seedlings of native forest species of 23.300.000, superior value the capacity of seedlings presented now n EspÌrito Santo State.pt_BR
Appears in Collections:TCC - Engenharia Florestal (Seropédica)

Se for cadastrado no RIMA, poderá receber informações por email.
Se ainda não tem uma conta, cadastre-se aqui!

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Monografia Luciana Sodre.pdf1,14 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.